Conto – Frigir

Cultura - Nosso nome do meio_banner

FRIGIR

(Fábio Marmirolli)

Certo, certo. Tudo ia dar certo. Era só ele ir com calma. Não era um monstro de sete cabeças. Tinha apenas seis bocas, o fogão. Girou um daqueles… dá pra chamar aquilo de botão também? Ou botão é só o que aperta? Enfim, girou lentamente aquilo. Agora sabia que tinha que ser rápido: não podia deixar escapar muito gás, para não ser carbonizado em um acidente doméstico besta. Apertou o botãozinho (este sim, de apertar) e a faísca elétrica acendeu uma das chamas. Ainda bem, porque em todas as festas de aniversário em que haviam pedido que acendesse as velas do bolo não se saíra muito bem acendendo os fósforos. Aquelas caixinhas não eram nada práticas.

Bom.O fogo já estava lá. Por a frigideira sobre ele não era nenhum mistério. Talvez um pouco mais para a direita. Ou para a esquerda. Aquilo estava bem equilibrado??? Não queria correr o risco de a coisa escorregar para o chão.

Então o óleo. Era preciso um pouco de óleo, só um pouco. Era? Enfim, assim já estava bom. Talvez só mais um pouquinho. Pra dar sorte.

E finalmente, o passo culminante. O ovo.

Depois que fosse esparramado ali na frigideira e começasse a chiar não daria mais para parar. Teria de seguir em frente do jeito que fosse. Do jeito que desse. Muita calma nessa hora. Respirou fundo. Segurou com cuidado o ovóide alimento. Não ia dar muito certo quebrá-lo direto na frigideira, ia acabar jogando óleo sobre si próprio. Talvez uma xícara servisse. Já tinha visto a vó fazer algo semelhante, achava.

Agora era só despejá-lo ali.

Só vertê-lo.

A frigideira já chiava um sinal de alerta, como se o tempo estivesse acabando.

Vamos, Carlos, dizia para si mesmo; você é um homem feito, já enfrentou coisas piores e mais complexas. Faça!

E ele fez.

No final das contas, a sujeira na cozinha (principalmente a incrustada na frigideira) foi difícil de limpar. Mas o ovo estava comestível e nem estava ruim assim, embora um pouco de sal fosse cair bem da próxima vez.

Carlos congratulou a si mesmo.

Fritara o ovo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s