POEMA – O Amor Bate na Aorta?

Cultura - Nosso nome do meio_banner

(anônimo)

O Amor Bate na Aorta?

O amor bate na aorta?
O amor bate na boca
Soca os lábios e arranca os dentes
O sangue que escorre da gengiva
Tem gosto amargo

Essa ferida às vezes não sara nunca?
Sara amanhã, com certeza
Pra ele te dar outra porrada
Porque, se é passageiro, é crush
(Crush, aliás, também quer dizer destruir)
O amor é doença crônica

Concordo, Carlos, que amor é bicho instruído
Malandro, safado, esperto
Sabe como reconquistar facinho facinho
Tem lábia, tem charme
Como todo cafajeste

Sabe, Carlos, esse seu jeito de falar do amor
Só pode ser de quem ta enamorado

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s