Arquivo da categoria: Poema

Poema – Poema da Necessidade (Atualizado)

Cultura - Nosso nome do meio_banner

Poema da Necessidade (Atualizado)

(Anônimo)

É preciso fazer arte
É preciso ler sobre arte
É preciso beber
É preciso transar
É preciso ir ao cinema
É preciso ir ao teatro
É preciso conhecer os clássicos,
sem nunca negligenciar os contemporâneos

Continuar lendo Poema – Poema da Necessidade (Atualizado)

Anúncios

Poema – Poema sem Backup ou A Estranha Tristeza de Formatar meu Computador

Cultura - Nosso nome do meio_banner

Poema sem Backup ou A Estranha Tristeza de Formatar Meu Computador

(por Antonio Vianna)

“Are you sure?
Yes No” – Windows Restore Center

Adeus aos meus arquivos,
aos meus dias.
Meu passado se vai nas partições em chamas.
Este programa deletará todos os seus arquivos pessoais
e retornará o sistema às configurações de fábrica.
Você tem certeza?

Continuar lendo Poema – Poema sem Backup ou A Estranha Tristeza de Formatar meu Computador

Poema – Ode ao Silvio

Cultura - Nosso nome do meio_banner

ODE AO SILVIO

(Filipe Ramos)

Qual o algarismo significativo do amor ?
Esquece tudo o que eu falei
Se pra ser feliz, o caminhos da pedra trilhei
Que seje tanto faz, o natural também é sentir dor

No meio do caminho tinha um tesla
No meio do tesla tinha um caminho
Se andar sobre a superfície de gauss
Não terá que andar sozinho

Vou me embora pro grices,
La sou amigo do rei
Que descuido

A pedidos